dia mundial do preservativo

Direção-Geral da Saúde quer distribuir mais preservativos

Objetivo é chegar aos números que já se tinham alcançado antes da crise. Em 2017 foram distribuídos quase 5 milhões de preservativos.

A Direção-Geral da Saúde (DGS), o Programa Nacional para a Infeção VIH/SIDA e o Programa Nacional para as Hepatites Virais distribuíram em 2017 cerca de 4,751 milhões de preservativos masculinos e 110 mil preservativos femininos.

Os números têm tido um aumento contínuo nos últimos cinco anos, representando mesmo em 2017 o dobro em relação a 2012, apesar de andar longe dos máximos pré-crise (em 2008 tinham sido entregues 7,5 milhões de preservativos).

A coordenadora do Programa Nacional para as Hepatites Virais explica que nestes números não estão os preservativos distribuídos pelo Estado para educação sexual ou como método contracetivo.

Isabel Aldir afirma que, para os próximos anos, a meta da DGS é aumentar mais os preservativos distribuídos como forma de prevenção de doenças.