Coração artificial foi implantado pela primeira vez em Portugal

A novidade foi avançada pelo ministro da Saúde esta terça-feira na conferência AbbVie/TSF/DN.

Pela primeira vez, em Portugal, foi implantado um coração artificial. A intervenção ocorreu na segunda-feira, no Hospital de Santa Marta, em Lisboa. Adalberto Campos Fernandes diz tratar-se de um exemplo de modernização do Serviço Nacional de Saúde.

A jornalista Rita Costa conversou com o cirurgião José Fragata

00:0000:00

José Fragata, o cirurgião responsável pela intervenção, explicou que o coração artificial pode ser comparado a um telemóvel pela necessidade que tem de ser carregado regularmente com corrente elétrica.

"É uma bomba interna, colocada ao lado do coração, que é controlada externamente através de um cabo que sai da pele e se liga a baterias. É uma tecnologia complexa e dispendiosa. Tem uma autonomia de 17 horas e quando se chega a casa tem de ser carregado".

O professor disse à TSF ter sido um privilégio mas também uma grande responsabilidade realizar este implante.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de