Universidade do Porto ajuda pais e filhos a comer de forma saudável

Recusa, resistência, preferência. A alimentação para os mais novos pode ser um quebra-cabeças para os pais. A Universidade do Porto criou uma consulta em que promove bons hábitos, através do envolvimento de toda a família.

A introdução de alimentos sólidos e variados na alimentação de uma criança representa, muitas vezes, um grande desafio para os pais. As reações são diversas e nem sempre as opções são as mais saudáveis. Muitas crianças recusam ingerir determinados alimentos, outras resistem em experimentar alimentos novos e outras preferem alimentos pouco saudáveis.

É neste contexto que surge a criação da Unidade de Intervenção Alimentar na Criança (UnIAC), que resulta de uma parceria de quatro instituições da Universidade do Porto: Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, faculdade de Medicina e Instituto de Saúde Pública.

O projeto, que nasceu no passado mês de julho, promove uma alimentação saudável através de consultas que envolvem pais e filhos. A ideia, explica Sandra Tores, professora da Faculdade de Psicologia e uma das coordenadoras da UnIAC, explica que se trata de um conceito pioneiro em Portugal, uma vez que o público-alvo são crianças entre os 2 e os 5 anos, e sem qualquer patologia médica associada. Acontece, continua, a docente, que "muitas vezes a aparência física saudável dos filhos leva muitos pais a desvalorizarem o cuidado com a alimentação, numa faixa etária em que se apura o paladar e se adquirem hábitos que podem ser prejudiciais no futuro".

A UnIAC propõe-se, assim, a intervir diretamente junto das famílias, através de estratégias e ferramentas que capacitam os pais para lidar com as dificuldades na alimentação dos filhos, nas quais de incluem uma orientação prática sobre estilos e práticas alimentares da família, atividades de educação alimentar junto das crianças, com recurso a metodologias ativas, interativas e digitais.

A unidade funciona através do Serviço de Consulta Psicológica, na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto.

Continuar a ler