"Em vez de tralha, ofereçam vacinas" às crianças. É um "presente para a vida"

Esta terça-feira assinala-se o Dia Mundial da Meningite, doença súbita e grave que pode levar à morte em 24 horas.

A meningite é uma inflamação das membranas que protegem o cérebro e a espinal medula. É uma doença pouco frequente mas qualquer pessoa, em qualquer idade, pode ser afetada. São, sobretudo, os recém-nascidos, as crianças, os adolescentes e os idosos quem corre maior risco.

Um em cada cinco sobreviventes apresenta sequelas físicas e mentais, como surdez, lesões cerebrais ou amputações. A forma conhecida mais eficaz de evitar a meningite é a vacinação, ainda que a vacina da meningite B, a mais frequente em Portugal, não faça ainda parte do Plano Nacional de Vacinação.

O pediatra Mário Cordeiro sugere aos pais que pensem nas vacinas como um investimento, quando pensam ter um filho, e que, ao mesmo tempo, ajudem familiares e amigos, oferecendo vacinas, em vez de brinquedos sem interesse.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de