Portugal é "campeão europeu" na luta contra VIH

Portugal está a par da Dinamarca, Islândia, Suécia, Grã-Bretanha e Irlanda do Norte no combate ao VIH. O país já atingiu duas das três metas propostas pela Organização Mundial da Saúde.

Mais de 90% das pessoas diagnosticadas com VIH (Vírus da Imunodeficiência Humana em Portugal) estão a ser tratadas e, entre os doentes em tratamento, 90% têm um carga indetetável do vírus.

Resultados que levam a Organização Mundial da Saúde a tirar o chapéu a Portugal no combate ao VIH/SIDA. "Portugal tem feito um trabalho exemplar nos campos da prevenção, deteção, tratamento e cuidados dos doentes com VIH", afirmou Masoud Dara, coordenador do Programa de Doenças Transmissíveis da Organização Mundial de Saúde (OMS), em entrevista à agência Lusa.

Masoud Dara explica que Portugal é um dos países europeus com mais pessoas diagnosticadas com VIH e com mais doentes em tratamento, o que ajuda a prevenir a transmissão.

"Portugal está entre os dois ou três melhores, se não for mesmo o primeiro em termos de acesso integral aos cuidados integrados", reconheceu o responsável da OMS. "E não é só o VIH, é a tuberculose e são as hepatites virais também, está tudo integrado", acrescentou.

Portugal está ao lado de países como a Dinamarca, Islândia, Suécia, Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, tendo também feito evoluções em relação a novas infeções entre toxicodependentes.

Em declarações à Lusa, Fernando Araújo, secretário de Estado Adjunto e da Saúde, anunciou que Portugal já atingiu duas das três metas propostas pela OMS. "É um dia histórico", declarou o secretário de Estado.

Em Portugal, apenas 1,5% dos novos casos dizem respeito a pessoas que utilizam drogas injetáveis.

Do lado oposto, estão os países da Europa de Leste: 80% dos novos infetados na Europa vivem nesta zona, sendo que a maioria não está em tratamento.

A OMS afirma que o tema ainda é tabu e que falta prevenção.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de