SNS 24 vai voltar a ter linha telefónica de apoio a idosos

Linha tinha sido desativada há três anos. Mais de dois anos após o Parlamento ter recomendado a reativação do serviço, a linha de saúde para os utentes idosos volta a funcionar.

O Serviço Nacional de Saúde vai voltar a ter uma linha telefónica destinada aos idosos. A partir de dezembro, 65 mil pessoas com mais de 75 anos vão receber chamadas semanais do SNS 24.

O objetivo é perceber a fragilidade e vulnerabilidade dos idosos, em articulação com as unidades de cuidados de saúde primários e, em caso de necessidade, com a Polícia de Segurança Pública (PSP) e a Guarda Nacional Republicana (GNR).

Inicialmente, a linha irá contactar, todas as semanas, os idosos que pertencem a dois agrupamentos de centros de saúde nas zonas do Norte e de Lisboa e Vale do Tejo. O programa deverá depois ser alargado a outras zonas do país, podendo abranger até 100 mil idosos

Para já, a intervenção irá incidir nos cuidados que os idosos devem ter durante o inverno - desde a síndrome gripal às baixas temperaturas, passando pelos cuidados na nutrição e pela prevenção de acidentes.

A linha de apoio aos idosos, que foi inaugurada em abril de 2014, chegou a contactar quinzenalmente 20 mil pessoas, mas foi suspensa em dezembro de 2015. A Direção-Geral da Saúde afirmou, na altura, que era necessário mobilizar recursos para dar resposta ao surto de gripe, que aumentara a procura pela Linha Saúde 24.

Em janeiro de 2016, a Assembleia da República aprovou uma recomendação ao Governo para a reativação da linha telefónica.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados