Utentes em protesto pela falta de médicos de família

Começou esta manhã cedo uma vigília em frente ao Centro de Saúde de Rio de Mouro, no concelho de Sintra. Um protesto pelo direto a ter médico de Família.

O grupo de utentes Pela Nossa Saúde defendemos Rio de Mouro e a Comissão de Utentes de Saúde do Concelho de Sintra já pediu esclarecimentos ao Ministério da Saúde, à Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo e à autarquia e até agora ainda não teve respostas.

Andreia Anjos explica as trocas de médicos que ocorreram

00:0000:00

Há já uma petição a correr na Internet.

Os utentes queixam-se dos tempos de espera

00:0000:00

Andreia Anjos, do grupo de utentes, explica que nos últimos meses muitas pessoas ficaram sem médico de família.

Andreia Anjos explica que há utentes que vão até Mem Martins para não perderem o médico de família

00:0000:00

Os médicos podem levar utentes, se assim quiserem, e alguns foram para Mem Martins, mas isso implica deslocações, explica Andreia Anjos.

Andreia Anjos denuncia ainda as longas filas de espera por uma senha para ter consulta, que começam logo de madrugada.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados