Sopa caramela brilha no Pinhal Novo

Viajou da Beira Litoral e do Baixo Mondego com os rurais que se deslocavam para trabalhar nos campos da região do Pinhal Novo. Nutritiva, a sopa caramela é emblema de um restaurante daquela freguesia do concelho de Palmela.

Nó ferroviário de reconhecida importância pela localização privilegiada a sul do Tejo, Pinhal Novo, no concelho de Palmela, ganhou apreciável dimensão graças a uma boa rede de acessibilidades.

A estação ferroviária é um importante polo da vida local desde a segunda metade do século XIX, quando foi construída a linha do Alentejo até Beja, onde o comboio chegou em 1864.

A torre de sinalização e manobra ferroviária, um projeto com assinatura do arquiteto Cottinelli Telmo, datado de 1936, hoje uma obra classificada, é parte integrante de um património nacional que urge preservar.

Outro património - o gastronómico - tem vindo a ser acarinhado naquela concelho da península de Setúbal, através de algumas iniciativas orientadas para a preservação de receitas e pratos tradicionais.

O restaurante O Central é um bom exemplo nesse capítulo. Bem localizado, com ambiente familiar e pratos tradicionais, tem a sopa caramela como especialidade, de resto premiada: vence, há três anos consecutivos, o concurso promovido pelo município de Palmela.

A origem da sopa remonta aos séculos XVIII e XIX, quando os trabalhadores rurais, oriundos da Beira Litoral e do Baixo Mondego, se deslocavam, sazonalmente, para as fainas agrícolas nas propriedades da região. Alguns deles acabaram mesmo por se fixar na zona.

Rica em ingredientes, a sopa caramela, confecionada à base de batata, feijão, repolho, cenoura, toucinho e enchidos, ganhou estatuto especial na gastronomia da península de Setúbal.

A ementa daquele restaurante, com porta aberta desde 1995, privilegia assim o lado tradicional da nossa gastronomia.

Bacalhau à Central e costeletas de carne barrosã com arroz de grelos são exemplo de pratos que constar na lista.

A empada de coelho, prato para duas pessoas, confecionado no âmbito de iniciativa congénere - «Coelho à moda de Palmela» - ajudou a destacar a vocação da cozinha deste restaurante com sobremesas habituais e garrafeira onde os vinhos da península de Setúbal surgem em destaque.

Serviço simpático e boa relação preço/qualidade.

Restaurante O Central, no Pinhal Novo.

Onde fica:
Localização: Aceiro Francisco Silvestre 1, 2955-212 Pinhal Novo (Palmela)
Telef.: 21 238 38 65

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de