Táxis vão ter limite de idade

Carros com mais de 10 anos deverão sair das estradas.

Já há acordo no grupo de trabalho para a modernização dos táxis, promovido pelo Governo, para que os carros do setor passem a ter um limite de idade.

Os pontos em que se chegou a consenso são avançados à TSF pelo secretário de Estado Adjunto e do Ambiente no dia em que o parlamento debate o assunto, com os deputados do PS a pedirem urgência ao executivo para que existam conclusões do grupo de trabalho para o setor criado em junho de 2017.

José Mendes adianta à TSF que até ao fim do verão as conclusões devem estar fechadas, mas um dos pontos já aprovado tem a ver com a idade limite dos táxis, com acordo das duas associações do setor, faltando apenas fechar o limite de idade.

José Mendes explica que o ministério concorda com a medida e adianta que agora só falta "afinar" o tempo de vida máximo dos táxis e se será 7, 8 ou 10 anos.

O número em cima da mesa é 10 anos, havendo uma associação de taxistas que já aceitou esse prazo e outra que continua a avaliar.

Quanto ao mercado sombra de licenças, vendidas a milhares de euros entre empresários, que também está a ser discutido no grupo de trabalho, o consenso continua longe de ser alcançado com os taxistas, mas a meta do governo é acabar com esse fenómeno ilegal.

O grupo de trabalho promovido pelo governo é coordenado pelo Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT). Além do limite de idade dos carros estão em cima da mesa temas como benefícios fiscais para carros mais amigos do ambiente e faturas eletrónicas certificadas, além do fim dos subalugueres de licenças.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de