"Teremos que nos indignar e exigir respostas"

O arcebispo primaz de Braga, D. Jorge Ortiga, foi o convidado de Fernando Alves nesta manhã TSF, onde disse basta aos discursos e apelou ao governo que assuma a responsabilidade.

O arcebispo primaz de Braga, D. Jorge Ortiga, defendeu que os portugueses têm de se indignar perante a tragédia dos incêndios. Em declarações à TSF, D. Jorge Ortiga, afirmou que é preciso largar os discursos e passar à ação.

"Teremos que nos indignar, sem dúvida nenhuma, e exigir que tudo isto suscite respostas bem concretas, de modo a que não fiquemos pelas palavras, pelos discursos e para que algo de novo possa acontecer", declarou o arcebispo.

D. Jorge Ortiga defendeu que o governo tem de assumir a responsabilidades nos incêndios, para que a história não volte a repetir-se.

"O que está para trás está para trás. Tiremos conclusões, mas projetemos o futuro em termos de uma responsabilidade, que é de todos - e quem nos governa tem de assumir, em primeiro lugar, essa responsabilidade", disse.

D. Jorge Ortiga considera que a tragédia dos incêndios - que, nos últimos dois dias, causou a morte de pelo menos 36 pessoas - "obriga-nos a parar, a tomar consciência da realidade e, sobretudo, a agir. Temos de nos comprometer nesta ação, todos nós." "Não podemos estar à espera que surja o bom tempo", afirmou o arcebispo.

"Pode acontecer que, com os incêndios, alguém esteja a enriquecer. Por isso, é necessário denunciar essa situação e não permitir que sejam favorecidos os interesses de particulares", disse.

Em relação aos incendiários, D. Jorge Ortiga referiu que é necessária "uma mão firme". "É preciso corrigir aqueles que erram e procurar reintegrá-los na sociedade", afirmou.

O arcebispo de Braga tem sido, publicamente, uma voz crítica quanto à questão dos incêndios no país. No último domingo, D. Jorge Ortiga publicou na página pessoal de Twitter e na página de Facebook da Arquidiocese de Braga um apelo ao fim dos "discursos" e das "boas intenções".

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de