Valor recorde. "Imigrantes nunca contribuíram tanto para a Segurança Social"

A secretária de Estado para a Integração e as Migrações garante que 2018 foi o ano em que os estrangeiros mais contribuíram para a Segurança Social e garante que os dados deitam por terra alguns dos mitos em torno dos imigrantes.

As contribuições dos trabalhadores estrangeiros para a Segurança Social ultrapassaram os 651 milhões de euros no ano passado, revelou à TSF a secretária de Estado para a Integração e as Migrações, Cláudia Pereira que garante tratar-se do "valor mais alto que alguma vez a segurança Social arrecadou dos imigrantes" lembrando que "este valor também contribui para pagar pensões".

A governante diz que estes números vêm desconstruir mitos relacionados com a imigração, "como o de que as políticas de imigração falharam os que as fronteiras estão fora de controlo. O número de imigrantes em Portugal só subiu quando aumentou a necessidade de mão-de-obra".

Por ocasião do Dia Internacional das Migrações, que se assinala esta quarta-feira, a Pordata, a base de dados de Portugal Contemporâneo, revela que estavam em Portugal, no ano passado 480 mil estrangeiros com papéis passado. Um em cada quatro é brasileiro, mas pelas estatísticas da Pordata foi o número de nepaleses e franceses os que mais cresceram em Portugal na última década.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de