Memórias de um engenheiro que pôs de pé uma das maiores barragens africanas

Inventou programas de computador que lhe permitiram desenhar uma barragem que fugia ao normal para a época. Reviu e redimensionou o projeto, acompanhou a obra e monitorizou a estrutura durante muitos anos após estar pronta. No dia em que o Estado português saiu definitivamente do capital de Cahora Bassa, na Última Hora esteve João Salvador Fernandes, o engenheiro responsável pela parte estrutural da barragem moçambicana.