Pedro Tadeu

Quem combate o vírus da maldade?

A forma como os portugueses estão a reagir à ameaça do coronavírus mostra o melhor da nossa sociedade mas, também, infelizmente, evidencia o lado negro da maneira como nos relacionamos e, até, da maneira como nos organizamos: há uma maldade irresponsável que vem à tona, de forma muitas vezes surpreendente, capaz de destruir o bom senso coletivo, a vontade de cada um de ser solidário com os outros, o respeito pela prudência e pelo cuidado individual que, em nome de todos, a hora exige.