Helena Melim Borges é um dos rostos da Gulbenkian

 A "alegria" do Jardim de Verão

Há quatro anos que Helena Melim Borges faz parte da equipa que desenha os sons e as formas da programação de julho, da Fundação Calouste Gulbenkian. Este ano foi preciso reinventar o jogo da descoberta, e a galeria ZDB ( Zé dos Bois) aceitou o convite para despertar os sentidos confinados pela pandemia. A parceria está montada com normas de acesso que cuidam a linguagem, sem mascarar ou inibir o prazer da surpresa e da reflexão. Um fim de semana de cada vez.