Três questões para entender os próximos passos do Brexit

O Reino Unido está em ebulição, mas a saída do país da União Europeia continua em banho-maria e não há previsão de quando poderá levantar fervura. Apesar do amargo de boca do primeiro-ministro britânico, ao falhar pela segunda vez a tentativa de marcar eleições antecipadas, Boris Johnson conseguiu suspender o Parlamento durante cinco semanas. Sem uma receita que permita sair da União Europeia, respeitando os acordos de paz da Irlanda do Norte, oposição e Governo tentam salvar o prato principal sem deixar mossa no serviço de louça.