O ator António Fonseca

"Os Lusíadas como nunca os ouviu"

"Estou sozinho, mas estou sempre a falar com o público." António Fonseca dá umas dicas sobre o que o público pode esperar da maratona, no Teatro Nacional D. Maria II, que começa às 10h00 de sábado e só termina perto das 00h00 de domingo. "Mando bocas, lanço adivinhas e ovos Kinder para quem acertar". Nas pausas, e nos intervalos para almoço e jantar isola-se no camarim. E antes de subir ao palco esvazia a cabeça. Um grupo de cem pessoas acompanha o ator na leitura do Canto X. A Viagem vai recomeçar " e a questão da guerra é uma provocação grande e forte".