O fio do almanaque

O fio do almanaque

Este 22 de Outubro deixa escapar do fio do almanaque várias rememorações amáveis. Foi num outro 22 de Outubro que abriu portas o Jamaica cujo primeiro DJ, Mário Dias, aquele que acendeu palavras na mais fraternal e comunicativa gaguez da rádio, virou do avesso as noites de Lisboa. Num outro 22 de Outubro, Jorge Luis Borges chegou a Lisboa. A cidade guarda, em sua homenagem, um memorial no jardim do Arco do Cego (sem qualquer ironia; e que fosse: o autor de Aleph várias vezes reafirmou o seu apreço pela ironia, embora se considerasse incapaz de a praticar). Se passares pelo jardim, procura, no memorial, os versos em que o argentino evoca os antepassados portugueses.