José Saramago

«A morte serve para que possamos continuar a viver»

Em 2005 na TSF, no programa Pessoal e Transmissível, José Saramago falou sobre a morte e disse não acreditar que a obra que escreveu fosse imortal. A TSF recorda aqui as convicções  e confissões do prémio Nobel da Literatura 1998 que morreu hoje, aos 87 anos, na sua casa na ilha espanhola de Lanzarote.

Notícias Relacionadas