Livros

Filomena Marona Beja recebe prémio de romance da APE

Filomena Marona Beja é a vencedora da edição deste ano do grande prémio do romance da Associação Portuguesa de Escritores. A autora foi distinguida pelo romance «A cova do lagarto» publicado em 2007 pela Sextante Editora.

Uma figura muito absorvente do Estado Novo, é assim que a escritora Filomena Marona Beja descreve o antigo ministro Duarte Pacheco, figura central do romance «A cova do lagarto», que a Associação Portuguesa de Escritores acaba de distinguir.

«Tudo o que digo biograficamente no livro é verdadeiro, mas há um contexto romanceado», disse hoje a escritora à agência Lusa, depois de ter sido distinguida com o Prémio Romance e Novela da APE/DGLB.

Filomena Marona Beja nasceu em Lisboa há 64 anos. Tem cinco romances publicado.

O prémio - no valor de 15 mil euros - já foi atribuído autores como António Lobo Antunes, Agustina Bessa Luís e Vergílio Ferreira .