Sida

Investigação na área da Sida vence Prémio Pfizer

Um trabalho que está prestes a testar uma vacina contra o HIV-1 ganhou o Prémio Pfizer Investigação 2012, promovido pela Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa.

A investigação desenvolvida por uma equipa liderada pelo cientista Nuno Taveira é centrada nos mecanismos de controlo individual da infeção por HIV-2.

O estudo é um contributo importante para o desenvolvimento de uma vacina para o HIV-2, e poderá também vir a ser útil no desenvolvimento de uma vacina para o HIV-1, na medida em que foi identificada a região do vírus contra as quais se produzem os anticorpos neutralizantes.

Em declarações à TSF, Nuno Taveira explica o que tem sido feito no âmbito da investigação.

« O que fizemos foi transpor esta estratégia, as observações e resultados para o HIV-1. Neste momento, estamos a desenvolver um projeto de produção e análise pré-clínica de uma vacina contra o HIV-1, baseada nas observações feitas com o HIV-2. Estamos quase a imunizar os ratinhos e devemos ter resultados em meados de 2013», esclarece o investigador Nuno Taveira.

Além desta investigação, os Prémios Pfizer decidiram também distinguir um projeto liderado por Mónica Bettencourt-Dias, responsável por um estudo sobre os cílios, estruturas existentes nas células e que são responsáveis pelo seu movimento num única direção, como acontece por exemplo com os espermatozoides.

Instituído em 1955, o Prémio de Investigação Pfizer é uma iniciativa desenvolvida em conjunto com a Sociedade de Ciências Médicas de Lisboa (SCML).

O seu principal objetivo é contribuir para a dinamização da investigação em ciências da saúde em Portugal. Este ano, foram enviadas 64 candidaturas. Os dois trabalhos premiados vão receber 20 mil euros.

A cerimónia de entrega dos prémios decorre ao final da tarde na Sala dos Atos da Faculdade de Ciências Médicas de Lisboa.

  COMENTÁRIOS