Espanha

Flamenco reconhecido como Património Imaterial da UNESCO

O flamenco, dança tradicional de Espanha, o canto da Sibila de Maiorca e os 'castells' humanos da Catalunha foram hoje reconhecidos como Património Imaterial da UNESCO.

Ángeles González-Sinde, ministra da Cultura, saudou a decisão, que considerou recolocar as tradições espanholas «no ponto de mira internacional».

González-Sinde assinalou o facto de, com este reconhecimento, as tradições assumirem ainda maior visibilidade e promoção, com o consequente «maior protagonismo na agenda cultural» global.

Ao mesmo tempo, recordou, garante-se também «a preservação e o respeito por estas tradições culturais».

«Não apenas este Governo mas os que venham depois, as instituições, as administrações e a própria sociedade, terão que mimar ainda mais as tradições para que elas se preservem, e se continuem», disse.

No caso do flamenco em particular, González-Sinde relembrou que esta arte nem sempre viveu momentos de «bonança ou legitimação social e cultural», apesar de nomes como Paco de Lúcia terem começado, já nos anos 1960 e 1970, a trabalhar para a sua promoção.

  COMENTÁRIOS