Algarve

Albufeira: Achados arqueológicos na Praia de Santa Eulália

Na instável arriba da praia de Santa Eulália, em Albufeira, que vai ser deitada abaixo, foram encontrados alguns vestígios arqueológicos que se acredita serem do século XV ou XVI.

O mau tempo verificado no mês de Março pôs em perigo aquilo que a autarquia já tinha detectado em 2004. Agora com maior visibilidade. Na arriba da praia de Santa Eulália em Albufeira, foram descobertas ossadas que se acredita serem do séc XV ou XVI, mas também um complexo industrial do período romano.

PUB

Marlene Silva, vereadora da cultura de Albufeira, dá a conhecer os achados.

«Foram encontrados muros de habitações que se supõe estarem relacionados com uma antiga ermida, a de Santa Eulália. Esta era uma zona onde os romanos faziam a salga do peixe. Ali confeccionavam o "garum" um produto feito à base de vísceras de peixe que era muito apreciado e exportado», adianta.

No entanto, a arriba da praia está instável e tem mesmo que ser derrubada.

A autarquia, em colaboração com a Administração da Região Hidiográfica (ARH), a capitania do porto e a direcção regional de Cultura está a fazer um levantamento do espólio e a transportar o que é possível.

O resto será deitado abaixo.

«O que estamos a fazer é registar toda a informação possível. Mas não há outra hipótese. Aqui está em causa a segurança pública», acrescenta.

Vão-se os achados arqueológicos em nome da segurança dos banhistas. A época balnear em Albufeira começa a 18 de Maio até lá os trabalhos de consolidação da falésia terão que estar concluídos.