Vida

Comboios: «Pare, escute e olhe»

No dia Internacional para a Segurança em Passagens de Nível, a REFER esteve presente em três locais do país a alertar os peões para o perigo no atravessamento das linhas de caminho de ferro. No ano passado morreram 8 pessoas em passagens de nível nas linhas ferroviárias portuguesas.

Em três passagens de nível sem guarda, a REFER quis assinalar este dia entregando folhetos e alertando as pessoas para o perigo de atravessar o caminho de ferro.

Rita Guiomar, do gabinete de comunicação e imagem da empresa, afirma que há ainda muitos acidentes que se podiam evitar.

A Joana, a Marta,a Benedita e o Cristovão não tiveram aulas e decidiram ir para perto da linha conversar. Mas têm todo o cuidado, porque há algum tempo, um colega de 13 anos faleceu mesmo ali.

Um acidente que os jovens não esquecem. Pedro Jones pertence ao setor que gere o atravessamento e as passagens de nível na REFER e salienta que as vítimas são geralmente quem acha que conhece bem as rotinas dos comboios.

Por isso, para que nunca lhes aconteça nada o grupo de jovens saíu dali

com a lição bem estudada: Anters de atravessar uma passagem de nível sem guarda o que se deve fazer?

"Pare, escute e olhe".

  COMENTÁRIOS