Setúbal

Crise: Pedidos de ajuda à Casa do Gaiato aumentam

A TSF foi visitar as crianças que vivem na Casa do Gaiato, em Setúbal, a propósito do aniversário do fundador da Obra da Rua. O padre Américo nasceu faz hoje 125 anos.

Este aniversário é pretexto para uma visita da TSF a umas das sete casas que existem espalhadas pelo país, a Casa do Gaiato, em Setúbal, que fica num nos distritos que é sempre dos mais sacrificado quando o país está em crise.

O repórter Ricardo Oliveira Duarte conversou com o Padre Acílio. Este representante da Casa do Gaiato considera que a situação difícil que se vive ainda vai atingir mais famílias pobres, realçando que se nota um aumento subtancial dos pedidos de ajuda, especialmente no que respeita às pessoas que se dirigem à instituição para pedir comida e auxilio para pagar despesas como a água e luz.

A Obra da Rua, ou Obra do Padre Américo, mais conhecida como Casa do Gaiato é uma instituição particular de solidariedade social com sede em Paço de Sousa.

Foi fundada pelo Padre Américo em 1940 e que tem como objetivo acolher, educar e integrar na sociedade crianças e jovens que se viram privados do um meio familiar normal.

A obra organiza-se em casas onde acolhe rapazes desde a mais tenra infância até cerca dos 25 anos. A população média de cada casa é de 150 rapazes. A obra tem sete casas espalhadas por Portugal, Angola e Moçambique.