Solidariedade social

CTT criam Caixa Solidária para ajudar madeirenses

Os CTT dizem já ter recebido 1500 Caixas Solidárias em dois dias com todo o tipo de bens essenciais que serão dstribuídos na Madeira por duas instituições de solidariedade social.

Os CTT juntaram-se à onda solidária para com a população da Madeira que foi afectada pelo temporal de sábado, ao criarem a Caixa Solidária gratuita, que pode ser usada para enviar bens essenciais para a ilha.

Em declarações à TSF, o director de comunicação do CTT considerou que esta campanha está a decorrer de «forma extraordinária, muito boa» depois de mais de 1500 embalagens terem sido recebidas em dois dias.

Luís Andrade espera que estas caixas possam chegar à ilha já na segunda-feira para depois as instituições parceiras dos CTT na Madeira poderem começar a fazer a distribuição dos bens no terreno.

Este responsável adiantou ainda que a maneira de contribuir é pedir uma Caixa Solidária em qualquer estação dos correios, caixa gratuita que deve ser enchida «com um conjunto de bens que são bens essenciais».

«Há caixas de duas dimensões, consoante as pessoas tenham muita coisa para entregar ou não. Escreve no endereço Madeira e os CTT fazem o envio gratuito para a Madeira e lá com as parcerias que têm com duas instituições de solidariedade social fazem a distribuição desses produtos e bens», adiantou.

Entre os bens de maior necessidade para a Madeira, segundo Luís Andrade, estão cobertores, almofadas, roupa de criança, homem e mulher e interior, fraldas, produtos de higiene em geral e produtos como leite em pó, comida para bebé e enlatados.

Estes bens serão distribuídos pela Cáritas madeirense e pela Associação Protectora dos Pobres, este última, uma das associações mais antigas da ilha.