Viagens

João Paulo Peixoto, o primeiro português a «acabar o mundo»

João Paulo Peixoto, um economista empresário natural de Braga, foi o primeiro português a «acabar o mundo», como dizem no clube dos mais viajados.

Para este viajante descobridor, que gosta de conhecer as culturas, as pessoas e como estas vêem o resto do mundo, visitar todos os países independentes do mundo não foi um objectivo, foi uma consequência.

São mais de 200 os países independentes no mundo, mas para ser a pessoa mais viajada do mundo é preciso ter estado em 872 regiões. João Paulo Peixoto está no 49.º lugar.

No clube dos mais viajados não há concorrência, mas antes encontros, trocas de impressões e trocas de expressões como «fechar um continente», contou à TSF.

Para além de fazer uma viagem pelo mundo exigir enfrentar burocracias ou países em guerra, João Paulo Peixoto contou que foi preso, «normalmente por não ceder às pressões que guardas fazem para receber dinheiro», e que teve acidentes em vários meios de transporte.