Português no Campeonato do Mundo de Monopólio: "Pode ser que ganhe"

Começa esta segunda-feira em Macau o mundial de Monopólio. O representante português, João Ferreira, diz que tudo pode acontecer. "Pode ser que ganhe. Pode ser que só lá vá por divertimento".

João Ferreira diz que não se preparou de forma especial para o Campeonato do Mundo. Mesmo que quisesse, a profissão de motorista não lhe deixa muito tempo para jogar Monopólio. E por isso, está pronto para qualquer resultado, não excluindo a possibilidade de ser o próximo Campeão do Mundo.

A questão sobre o valor dos adversários que vai encontrar no mundial de Macau fica por esclarecer; "Desconheço os adversários. Sei que está lá o anterior Campeão do Mundo e que os outros são campeões dos seus países. Não tive tempo nem procurei saber". João Ferreira conta que não jogava Monopólio há muito tempo quando decidiu participar no Campeonato Nacional mas que isso não foi um problema. Quem sabe não perde a forma.

Para além da sorte, o que distingue um bom jogador de Monopólio dos outros? João Ferreira admite que há segredos escondidos mas não os revela: "A maioria das pessoas pensa que não tem ciência. Claro que é preciso sorte com os dados, mas há uma mecânica do jogo".

No campeonato do Mundo de Monopólio que decorre até quarta-feira em Macau participam 18 jogadores. O Monopólio completa este ano oito décadas de vida.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de