Portagens

Utentes prometem mais protestos se Governo não recuar

Foram 500 os veículos que, esta noite, circularam em marcha lenta entre Viseu e Mangualde. Os organizadores prometem mais protestos, se o Governo avançar com portagens na A23, A24 e A25.

Mais de uma centena de camiões e outros 400 veículos participaram ao início desta noite numa marcha lenta entre Viseu e Mangualde.

Tratou-se de um protesto contra a introdução de portagens nas auto-estradas A23, A24 e A25.

Francisco Almeida, da Comissão de Utentes da A25, diz que é bom que quem manda ouça a buzina dos que prometem não desistir.

«Esperemos que o Governo ouça este protesto e saiba entende-lo porque a luta não pára com a activação dos pórticos. Somos gentes da Beira, que nasceu nas Terras de Aquilino, seguimos a sua máxima 'alcança quem não cansa'», defendeu Francisco Almeida, garantindo que «a luta acaba quando não houver portagens na A25, A24 e A23».