São tomé

Fradique de Menezes demite governo

O governo de São Tomé e Príncipe foi demitido ontem de funções pelo presidente Fradique de Menezes, disse fonte oficial do Gabão citada na France Presse. Divergências no seio do governo terão pesado na decisão presidencial.

De acordo com a mesma fonte, na origem da demissão terão estado divergências pessoais entre o primeiro-ministro, Gabriel Costa, e o ministro da Defesa,Victor Monteiro, que levaram a uma crise política.

Menezes terá tomado a decisão de exonerar o executivo após um conselho de ministros descrito como «tumultuoso» que decorreu quinta e sexta-feira.

Segundo as fontes, o ministro da Defesa apresentou a sua demissão ao primeiro-ministro na quinta-feira.

O governo de «base alargada» tinha tomado posse em Março, reagrupando, pela primeira vez desde a instauração do multipartidarismo, em 1990, todas as tendências políticas de São Tomé e Príncipe.