Cinema

"A Fábrica de Nada" distinguido em dois festivais de cinema

O filme de Pedro Pinho recebeu este sábado dois prémios em festivais de cinema do Iraque e da Hungria. O filme estreia em Portugal na próxima semana.

"A Fábrica de Nada" recebeu o Prémio de Melhor Realização na quinta edição do Duhok International Film Festival, no Iraque, e o Grande Prémio do Júri no CineFest Miskolc Internacional Film Festival, que termina amanhã na Hungria.

São mais dois galardões para o filme de Pedro Pinho que também foi distinguido com o Prémio FIPRESCI, da Federação Internacional de Críticos de Cinema, no Festival de Cannes, e recebeu o Prémio de Melhor Filme no Festival de Cinema de Munique.

Nesta altura, "A Fábrica de nada" integra o Festival de Cinema de Toronto, no Canadá, e em outubro vai marcar presença no Festival de Cinema de Londres. O filme está também entre os pré-selecionados para os prémios da Academia Europeia de Cinema.

Produzido pela Terratreme e realizado por Pedro Pinho, "A Fábrica de Nada" estreia a 21 de setembro em oito salas de cinema portuguesas, em Lisboa, Porto, Coimbra, Leiria e Setúbal.

O filme, com três horas de duração, é interpretado por atores e não atores e segue a vida de um grupo de operários que tentam evitar o encerramento da fábrica onde trabalham.