Mimo Festival

O festival de música que também vai ter uma exposição de Amadeo

O Museu Amadeo Souza-Cardoso vai ser um dos palcos do Mimo Festival.

O Mimo nasceu em Olinda em 2004 e passou depois por outras cidades brasileiras até, em 2016, atravessar o atlântico e se estrear em Portugal. Amarante foi a cidade escolhida e, em 2018, acolhe a terceira edição do festival que junta a música ao património e à natureza.

Os palcos do festival vão ser o Museu Amadeo Souza-Cardoso, Igreja e Largo de São Gonçalo, Cinema Teixeira de Pascoaes, Centro Cultural Amarante, Parque Ribeirinho e Parque Florestal de Amarante, sete espaços onde vão acontecer as mais de 50 atividades do Mimo, um acontecimento para locais e motivo de visita para muitos turistas.

A importância económica do festival Mimo para Amarante e para muitas cidades à volta da cidade de Amadeo é enorme que, para lá da música, vai este ano receber também a exposição "Os Modernistas. Amigos e Contemporâneos de Amadeo de Souza-Cardoso, colecção Millenium BCP".

A inauguração vai ser no dia 20, dia da abertura do festival, no ano em que se assinalam cem anos da morte do pintor amarantino.

  COMENTÁRIOS