"É uma vergonha!" Gomes da Silva arrasa projeto europeu de Vieira

Rui Gomes da Silva não gostou do que viu no jogo do Benfica frente ao Lyon. Com os olhos postos nas próximas eleições, critica a gestão de Luís Filipe Vieira e o projeto europeu do Benfica.

Com uma candidatura à presidência do Benfica há muito anunciada, Gomes da Silva critica as opções do atual presidente, e visa Luís Filipe Vieira: "tem de perceber que nos últimos 17 jogos, teve 13 em que perdeu. Treze jogos em que, segundo Rui Gomes da Silva, "envergonhou o Benfica".

Em entrevista à TSF, o ex-vice de Vieira critica o projeto do Benfica europeu, enunciado por Luís Filipe Vieira, e deixa ainda vários recados aos benfiquistas a pensar nas próximas eleições.

"O Benfica é paixão e essa paixão é feita de sucesso desportivo". Com a derrota frente ao Lyon, o Benfica fica mais longe dos oitavos de final da Liga dos Campeões. Um discurso em volta de um projeto europeu, em que "nada se percebe, nada tem lógica",conclui.

O antigo vice-presidente do clube da Luz refere que "daqui a uns anos, se isto continuar, o clube vai continuar a ganhar os campeonatos internos, e na Europa do futebol vamos deixar de existir, tal como acontece noutros países".

Gomes da Silva afirma mesmo que o treinador Bruno Lage é consequência de uma estratégia em que o objetivo é continuar a ganhar as competições internas, e deixar de parte os troféus europeus. "É a falência total das ideias, e as ideias têm responsáveis. Esses nomes têm arrastado o Benfica para essa estratégia", refere numa alusão à direção encarnada.

Aproveitando o aniversário da inauguração do Estádio da Luz, Luís Filipe Vieira afirmou que "não saia do Benfica sem ser campeão europeu". Gomes da Silva indica que "o problema é o fracasso dessa estratégia".

Resposta à estratégia nas eleições

Quanto à candidatura à presidência do Benfica, Gomes da Silva confirma que se vai apresentar ao ato eleitoral. "Nas próximas eleições temos de discutir tudo. O que estamos a assistir é a vergonha e o desespero total".

Até lá, o mundo do futebol passa por dois mercados de transferências. O futuro candidato deixa a certeza de que o clube da Luz vai ser "inundado" por jogadores. "O presidente do Benfica vai inundar o Benfica de jogadores, vamos gastar tudo o que há para gastar".

"A única coisa que lhes interessa é sobreviver, porque no momento em que saírem do Benfica, deixam de existir". Por outro lado, Rui Gomes da Silva garante que não "precisa do clube para nada", apenas para ser feliz: "a única coisa que eu preciso do Benfica é para ganhar. Preciso do Benfica para ser feliz e ganhar jogos".

Gomes da Silva deixa um recado aos sócios, para que estes decidam entre "alguém que não precisa do Benfica para nada, e os que precisam do Benfica para sobreviver".

As eleições no Benfica ainda não têm data marcada, mas deverão ocorrer no final do próximo ano.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados