Fernando Chalana
Morreu Chalana

"Chalanix", o jogador que parecia ter asas nas chuteiras para fintar os adversários

Nascido no Barreiro a 10 de fevereiro de 1959, Fernando Chalana deu as primeiras fintas num campo de futebol no Barreirense, após ser rejeitado durante captações na CUF. No emblema da cidade natal, as boas exibições valeram uma maior atenção por parte dos dois grandes de Lisboa, o Benfica e o Sporting.

O extremo-direito ficou conhecido como Chalanix pelas semelhanças físicas com a personagem de banda desenhada Astérix. Enquanto o herói gaulês usava asas no capacete, o internacional português parecia tê-las nas chuteiras para fintar os adversários.

Em 1974 e seis jogos pelo clube da margem sul depois, os encarnados conseguiram garantir os serviços do extremo. O jogador utilizou a camisola vermelha e branca pela primeira vez após aposta de John Mortimore, a 6 de março de 1976, e tornou-se, na altura, o jogador mais jovem a estrear-se na I Liga, aos 17 anos e 25 dias.

Com a camisola do Benfica fez mais de 300 jogos, onde acabou por se tornar um dos mais emblemáticos jogadores do clube, com quem conquistou, na principal equipa das águias, seis campeonatos, duas supertaças e três taças de Portugal. Pelo caminho ainda esteve em França, no Bordéus, onde engordou a lista de títulos, com um campeonato, um troféu dos campeões e duas taças de França.

Depois de voltar a sair dos encarnados, em 1990, ainda contou com passagens pelo Belenenses e Estrela da Amadora, onde acabaria por colocar um ponto final na carreira, em 1992.

Na seleção nacional, foi uma das estrelas da equipa portuguesa que esteve no Euro 1984, e que apenas foi eliminada nas meias-finais, frente à França, que contava no seu elenco com Michel Platini e companhia.

Após terminar a carreira, seguiu no futebol como treinador, primeiro na formação e depois como membro da equipa técnica de Jesualdo Ferreira, em 2002/2003. Face aos maus resultados, Jesualdo Ferreira acabou por ser demitido e, como transição, Chalana assumiu a liderança da equipa, vencendo por 3-0 o Sporting de Braga, no único jogo em que foi técnico principal.

Depois de Camacho ter sido anunciado como treinador principal dos encarnados, Chalana voltou ao cargo de adjunto, tendo também sido braço direito de Fernando Santos, em 2006/2007 e de Quique Flores.

Fernando Chalana morreu, esta quarta-feira, com 63 anos de idade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de