Liga

Marítimo e Paços de Ferreira terminam época com empate

Rúben Ferreira e Vítor foram os protagonistas do jogo entre o Marítimo e o Paços de Ferreira, que terminou empatada a um golo, da 30ª e última jornada da Liga portuguesa de futebol.

Os dois jogadores portugueses foram os autores dos golos das respetivas equipas, na despedida da época em que ambos os conjuntos concretizaram os objetivos traçados.

Os insulares concluíram a edição de 2011/12 da Liga no quinto lugar, com 50 pontos, garantindo também a participação na Liga Europa na próxima época.

Os pacenses, por seu lado, cumpriram o objetivo principal, a manutenção, concluindo o campeonato na 10ª posição, com 31 pontos.

O facto de saberem que o jogo não teria nenhuma influência para a classificação final, não teve um efeito tranquilizante nas equipas, que se aplicaram de forma rigorosa, com o intuito de não perderem o jogo.

Essa postura fez com que a partida não tivesse brilho em termos de espetáculo, tendo em conta as preocupações reveladas, sobretudo pelo Paços de Ferreira, que parecia preferir defender o empate do que em lutar pela totalidade dos pontos em disputa.

O jogo mais defensivo dos "castores" perturbou os madeirenses, menos inspirados, apesar da tarde de festa nos Barreiros.

Tanto assim foi que na primeira parte rarearam os lances de perigo nas duas balizas.

Mesmo assim, o Marítimo esteve mais perto do golo, desfrutando de duas grandes ocasiões para marcar. Aos 25 minutos, Heldon rematou ao poste e, aos 45, Danilo Dias, obrigou António Filipe a defesa difícil.

Do lado do Paços, Vítor fez o único remate com perigo, aos 37, ao qual Peçanha respondeu com uma boa defesa.

Na segunda parte, os madeirenses decidiram arriscar mais e Rúben Ferreira colocou a sua equipa em vantagem, aos 54 minutos, com um grande golo, num remate rasteiro, colocado e indefensável.

Os nortenhos chegaram ao empate aos 71 minutos, por intermédio de Vítor, aproveitando um lapso defensivo de Robson, ao tentar dominar a bola.

Até ao fim do jogo, os insulares tentaram o tudo por tudo para chegar de novo à vantagem, mas o rigor dos visitantes impediu que esse propósito fosse concretizado.

Ficha de jogo:

Marcadores:

1-0, Rúben Ferreira, 54'

1-1, Vítor, 71'

Equipas:

- Marítimo: Peçanha, Briguel, João Guilherme, Robson, Rúben Ferreira, Roberto Sousa, Rafael Miranda, Benachour (Fidelis, 73), Sami (João Diogo, 85), Danilo Dias (Luís Olim, 82) e Heldon

Suplentes: Salin, Igor Rossi, Luís Olim, João Diogo, Hassan, João Luiz e Fidelis

- Paços de Ferreira: António Filipe, Tony, Ricardo, Javier Cohene, Luisinho, André Leão, Filipe Anunciação (Luiz Carlos, 64), Vítor, Caetano, Michel (Artur Alvarez, 64) e Melgarejo (Christian, 84)

Suplentes: Cássio, Josué, Christian, Luiz Carlos, Nuno Santos, Sassá e Arturo Alvarez

Árbitro: Bruno Esteves (Setúbal)

Ação disciplinar: cartão amarelo para Heldon (36), Luisinho (75), João Guilherme (89), Vítor (90+1) e João Diogo (90+1)