Desporto

Portugal batido pela Albânia no arranque da qualificação para o Euro2016 (vídeo)

Portugal entrou com pé esquerdo na qualificação para o Euro2016 de futebol, com uma surpreendente derrota por 1-0, frente a Albânia, numa partida em que acabou por merecer o ruidoso coro de assobios e lenços brancos mostrados no final do jogo.

Portugal foi hoje derrotado em casa pela Albânia, por 1-0, no arranque do Grupo I de qualificação para o Campeonato Europeu de futebol de 2016, disputado no Estádio Municipal de Aveiro.

Um golo de Balaj, aos 52 minutos, castigou os lusos por um jogo de parca inspiração e inexistente capacidade de finalização, que tornou ainda mais relevante a ausência do lesionado Cristiano Ronaldo.

Este foi também o primeiro triunfo de sempre da Albânia sobre Portugal, num total de seis confrontos, em que o seu melhor resultado era um empate sem golos em 2008.

Depois da pobre exibição, que valeu a Paulo Bento muitos lenços brancos agitados nas bancadas, Portugal vê a sua margem de erro para esta fase de qualificação diminuir substancialmente, tendo a seguir um teste de fogo, na visita à Dinamarca.

O selecionador introduziu algumas alterações no seu habitual "onze", deixando Miguel Veloso e Raul Meireles no banco e apostando em William Carvalho e André Gomes para as manobras da intermediária.

A mexida deu um pouco mais de solidez ao meio campo nacional, mas retirou-lhe alguma criatividade que se repercutiu na produtividade da frente de ataque.

As crónicas dificuldades na finalização da "equipa das quinas" vieram ao de cima desde os instantes iniciais. Os lusos não sentiram dificuldades em assumir a iniciativa de jogo, mas nos momentos cruciais, em frente à baliza albanesa, nunca tiveram a inspiração necessária.

Na primeira parte do jogo, além da desinspiração de Portugal, a Albânia justificou o arrastar nulo com uma postura defensiva irrepreensível e uma atitude aguerrida, que, mesmo sendo inconsequente no ataque, conseguiu manter o empate até ao intervalo.

Já na segunda parte, acabou por ser Albânia, número 70 do "ranking" da FIFA, a entrar melhor no jogo e, ao minuto 52, Balaj "gelou" o municipal de Aveiro e fez o golo da vitória da seleção albanesa.

No final do jogo, e depois de, na véspera, ter admitido que um empate já era bom, o selecionador da Albânia, Giovani de Biasi classificou a vitória deste domingo de feito histórico.

Por seu turno, o selecionador português, Paulo Bento admite que faltou eficácia à equipa portuguesa mas considera o resultado injusto.

No final do jogo, Paulo Bento foi assobiado pelo público. Na conferência de imprensa, o selecionador recusou falar sobre o futuro e garantiu que a manifestação dos espetadores é normal.

Após os primeiros jogos, a Dinamarca, que venceu a Arménia (2-1), e a Albânia comandam o Grupo I, ambas com três pontos, enquanto portugueses e arménios continuam a zero, tal como a outra equipa do grupo, a Sérvia, que ainda não iniciou a campanha rumo ao Euro2016.

Ficha de jogo:

Jogo no Estádio Municipal de Aveiro.

Portugal - Albânia, 0-1. Ao intervalo: 0-0.

Marcadores: 0-1, Balaj, 52 minutos.

Equipas:

- Portugal: Rui Patrício, João Pereira, Ricardo Costa (Miguel Veloso, 74), Pepe, Fábio Coentrão, William Carvalho (Ricardo Horta, 56), Moutinho, André Gomes, Nani, Vieirinha (Ivan Cavaleiro, 46) e Éder. (Suplentes: Eduardo, Anthony Lopes, André Almeida, Pedro Tiba, Ricardo Horta, Neto, Raul Meireles, Miguel Veloso, Rúben Vezo, Antunes, Adrien Silva e Ivan Cavaleiro). Treinador: Paulo Bento

- Albânia: Berisha, Hysaj, Cana, Mavraj, Agolli, Kukeli (Kaçe, 66), Roshi, Xhaka, Abrashi, Lenjani (Lila, 75) e Balaj (Cikalleshi, 82). (Suplentes: Sheri, Frasheri, Lila, Çurri, Shala, Vila, Kaçe, Kapllani, Gashi, Cikalleshi e Vajushi). Treinador: Giovanni de Biasi

Árbitro: Rudy Buquet (França).

Ação disciplinar: cartão amarelo a Roshi(4), Abrashi (21), Xhaka (34), Mavraj (68), Kaçe (69), Nani (69) e Berisha (70).

Assistência: 23.205 espetadores.