Liga

Recém-promovido Moreirense conquista primeiro triunfo

Ghilas, com dois golos, e Diego Gaúcho marcaram os golos do Moreirense que venceu em casa o Nacional e conseguiu assim a sua primeira vitória na Liga. Isael reduziu para os madeirenses.

O recém-promovido Moreirense conquistou, este domingo, a sua primeira vitória no campeonato, ao bater em casa o Nacional por 3-1, numa partida em que o argelino Ghilas bisou.

A equipa de Moreira de Cónegos precisou apenas de oito minutos para se colocar na frente através de um golo de Ghilas, após uma perda de bola de Mateus.

Aos 19 minutos, a formação moreirense teve uma soberana oportunidade para chegar ao 2-0, mas o remate do avançado argelino acabou no poste da baliza dos madeirenses, com Fábio Espinha, na recarga, a atirar para fora.

Numa altura em que o Nacional começava a tentar acercar-se da baliza dos locais, o moçambicano Mexer fez uma falta dura sobre Fábio Espinho e acabou por ser expulsão com cartão vermelho direto.

No segundo tempo, o Nacional voltou a marcar, novamente por Ghilas, aos 51 minutos, após um remate de fora da área de Fábio Espinho, que ressaltou no corpo do guardião Gottardi.

O técnico Pedro Caixinha tentou inverter o rumo dos acontecimentos com as entradas de Dejan e Sérgio, mas foi o Moreirense quem voltar a marcar, aos 66 minutos, num cabeceamento de Diego Gaúcho.

Aos 73 minutos, Isael, numa jogada individual, ainda reduziu para o Nacional, contudo, depois foi o Moreirense quem poderia ter chegado a 4-1, contudo, Fábio Espinho permitiu a intervenção de Gottardi.

Sob a arbitragem de Pedro Proença, de Lisboa, no Campo de Jogos Comendador Joaquim de Almeida Freitas, com a assistência de 1341 espectadores, as equipas alinharam da seguinte forma:

Moreirense: Ricardo Ribeiro, Ricardo Pessoa, Diego Gaúcho, Anilton, Augusto Loureiro, Filipe Gonçalves, Vinícius, Pintassilgo (Jô, 79), Wagner (Pablo Oliveira, 65), Fábio Espinho (Rafael Lopes, 87) e Ghilas.

Suplentes: Ricardo Andrade, Paulinho, Nilson, Pablo Oliveira, Rafael Lopes, Jô e Ricardo Fernandes.

Nacional: Gottardi, João Aurélio, Mexer, Moreno, Marçal, Claudemir, Revson (Sérgio, 56), Isael, Candeias (Dejan Skolnik, 56), Mateus (Bruno Moreira, 79) e Mário Rondon.

Suplentes: Vladan, Rene Mihelic, Dejan Skolnik, Edgar Costa, Lucas, Sérgio, Bruno Moreira.

Ação disciplinar: cartão amarelo para Ghilas (52), Marçal (60) e Claudemir (67). Cartão vermelho direto para Mexer (35).