Lançamento do peso. O filho, a fé e a força explosiva de Auriol Dongmo

Para a medalha de ouro, em Tóquio, a atual campeã europeia de pista coberta acredita que terá de atingir a marca dos 20 metros.

Graças a uma combinação explosiva de poder físico, força mental e fé, a portuguesa nascida nos Camarões Auriol Dongmo está entre as melhores atletas do ano no lançamento do peso e chega aos Jogos Olímpicos com aspirações legítimas de subir ao pódio.

Em Portugal desde 2017, vive e treina em Leiria, perto do Santuário de Fátima, de que é devota e que costuma visitar.

Desde janeiro de 2020, Auriol Dongmo melhorou o recorde nacional por nove vezes - e quase dois metros -, a última delas em Huelva, Espanha, no mês passado, com 19,75 metros. Para a medalha de ouro, em Tóquio, acredita que serão necessários pelo menos 20 metros.

O filho e o treinador Paulo Reis são as pessoas com quem a lançadora de 30 anos espera partilhar novas vitórias. A primeira grande conquista internacional por Portugal aconteceu em março deste ano, quando se sagrou campeã europeia de pista coberta em Torun, na Polónia. E emocionou-se a ouvir (e a cantar) o hino português.

Auriol Dongmo jogou andebol na juventude, fugia de casa, nos Camarões, para participar em provas de lançamento do peso, e assinou pelo Sporting depois de contactar o clube através do Facebook. Já com a experiência de finalista nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, suscita grandes expectativas para um brilharete no Japão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de