Nadadora Anita Álvarez salva por treinadora após desmaiar na piscina

Esta não foi a primeira vez que a atleta norte-americana desmaiou na água. No final, tudo não passou de um susto, mas a treinadora critica inação dos salva-vidas. "Estavam paralisados", conta a espanhola.

A nadadora norte-americana Anita Álvarez protagonizou, esta quarta-feira, um momento de grande tensão no Mundial de Natação, em Budapeste, na Hungria. A atleta, de 25 anos, desmaiou na piscina enquanto fazia a sua demonstração a solo de natação artística. Ao aperceber-se de que Anita não regressava à tona, a sua treinadora, Andrea Fuentes, a atleta olímpica mais medalhada da História da natação espanhola, saltou para a piscina e retirou-a da água com a ajuda de um elemento da organização.

A atleta foi depois levada por uma maca e assistida pelos médicos. Mais tarde, a equipa norte-americana informou, através de um comunicado, que Anita se encontrava "bem" e fora de perigo.

Em entrevista ao Cadena Ser, a treinadora relatou o que vivenciou naquele que foi o momento mais dramático da competição e criticou a atitude dos salva-vidas: "Vi que não saltavam, estavam paralisados. Eu gritava-lhes para que se atirassem à água".

Perante a inação dos salva-vidas, a treinadora não hesitou: "Vi que se estava a afundar e nadei o mais rápido que pude", relatou. "Agarrei-a e puxei-a para fora, mas vi que não estava a respirar e a sua mandíbula estava fechada e rija. Dei-lhe dois estalos e gritei: Anita, respira!". Passados cerca de dois minutos, a atleta voltou a respirar e tudo não passou de um susto. Ainda assim, vai ser submetida a vários exames nos próximos dias.

Andrea Fuentes contou também que esta não foi a primeira vez que sua atleta sofreu um episódio destes. No ano passado, na qualificação para as olimpíadas em Barcelona, a nadadora também perdeu os sentidos na piscina e foi também a treinadora que a salvou. "Os atletas procuram o limite do corpo e, às vezes, encontram-no", disse.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de