Rúben Amorim suspenso por seis dias

Treinador do Sporting vai falhar encontro com o Rio Ave esta quarta-feira.

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol decidiu suspender o treinador do Sporting, Rúben Amorim, por seis dias. O técnico vai, assim, falhar o jogo com o Rio Ave, marcado para esta quarta-feira.

A notícia foi confirmada pelo Sporting, que, em comunicado, condena o que considera ser uma "deliberação ilegal e injusta", sobretudo por ter sido proferida apenas agora, com "súbita urgência", na véspera do jogo com o Rio Ave.

Em causa estão comentários que Rúben Amorim proferiu sobre a sua expulsão em outubro do ano passado, num jogo frente ao FC Porto, após protestos contra a equipa de arbitragem.

O treinador dos leões considerava que "devia ter sido igualmente expulso alguém que integrava o banco adversário, do FC Porto, e que havia assumido comportamento semelhante", pode ler-se no comunicado do Sporting.

No final do jogo, Amorim reconheceu que se excedeu na forma como falou com o árbitro, mas lamentou a dualidade de critérios.

"Faço mea culpa, pois não devia ter dito o que disse. Mas oiço aquilo todas as semanas e momentos antes ouviu-se pior do outro lado. Mas os treinadores não podem dizer estas coisas. Aceito qualquer punição e castigo, já estou habituado... O que me revoltou foi a dualidade. Mas estamos sempre a aprender e crescer", desabafou Rúben Amorim na sala de Imprensa.

A SAD leonina afirma que vai apoiar o treinador no processo, com vista a um recurso para o Tribunal Arbitral do Desporto.

"A divulgação desta deliberação coincide, certamente por casualidade, com o dia em que Rúben Amorim prestou declarações sobre o processo que ameaça suspendê-lo por um período de um a seis anos", condena ainda o clube.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de