Rúben Amorim tem os alvos bem definidos. Ricardo Esgaio continua a ser prioridade

O Sporting está no mercado para garantir seis reforços, mas tudo depende de quem vai abandonar Alvalade.

Há muito que Rúben Amorim identificou, com Frederico Varandas, os reforços que pretendia. Mas, tal como aconteceu com Paulinho, ou o Sporting garante o que pretende ou então é melhor ficar tudo como está.

Ora, comecemos pelo lado direito da defesa: a TSF sabe que a prioridade, apesar de não estar fácil, continua a ser Ricardo Esgaio. O Sporting de Braga não cede, mas os leões prometem que não vão desistir tão facilmente.

E atenção: Esgaio não invalida Daniel Wass. O treinador dos leões pretende o polivalente internacional dinamarquês para o meio-campo, acrescentando mais experiência, já a pensar na saída de João Mário.

Para o lado esquerdo da defesa, Rúben Vinagre é o objetivo número um. Acontece que Nuno Mendes ainda não conhece o futuro e o Sporting tem o dossier estagnado por falta de verba. A TSF sabe que, para todos os negócios, qualquer entrada vai depender de saídas e do valor que vai encaixar em vendas. Nesse sentido, vender Nuno Mendes torna-se imperativo.

Manuel Ugarte, médio do Famalicão, é um dos maiores desejos de Amorim para o centro do meio-campo. Mas o Sporting só vai avançar para o jovem uruguaio caso Matheus Nunes e/ou João Mário abandonem Alvalade.

O mesmo serve para Marcus Edwards e para Trincão. Os dois, pode avançar a TSF, são hipóteses muito fortes mas, para isso, jogadores como Jovane Cabral ou Sporar têm de render milhões ao cofre verde e branco.

Certo é que Ricardo Esgaio, Rúben Vinagre, Daniel Wass, Manuel Ugarte, Marcus Edwards e Trincão... todos estão no "radar" do leão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de