"A eletricidade não é cara. As casas é que são mal construídas"

António Mexia não quer o setor da energia como "bode expiatório" para a questão do aquecimento. Em entrevista à TSF, elogiou o mercado livre.

A eletricidade em Portugal não é cara. A qualidade de construção das casas é que é geralmente fraca. A ideia foi deixada por António Mexia, em entrevista à TSF.

O presidente do Seforall (um fórum mundial que trabalha para que todos tenham acesso à eletricidade) considera que "se temos hoje um problema de energia, muitas vezes dizem que as pessoas têm um problema de não se poder aquecer, (...) o problema é que as pessoas vivem em casas que, muitas vezes, são inaceitáveis. Que não se use este setor como bode expiatório".

Mercado livre é bom para todos

António Mexia garante que a liberação do setor energético foi positiva para os clientes particulares e também para as empresas.

O Presidente da EDP responde assim à iniciativa do PS, que pediu uma análise aos preços da eletricidade quando o mercado era regulado e agora que está liberalizado.

Mexia deixa garantias: "Eu acho que a liberalização foi positiva para muitos clientes, sobretudo para os industriais mas também para os residenciais. Não tenho dúvidas nenhumas".

António Mexia foi recentemente nomeado Presidente do Seforall, um fórum mundial que pretende garantir o acesso à eletricidade para todos. Neste momento há mais de mil milhões de pessoas em todo o mundo sem acesso a eletricidade.

O Presidente da EDP é o convidado desta semana do programa A Vida do Dinheiro, entrevistado por Anselmo Crespo e Rosália Amorim. Vai para o ar este sábado, depois das 13h.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de