Estado gastou 19 mil milhões de euros com bancos na última década

Dados atualizados pelo INE mostram que Governo gastou mais de 1.500 milhões de euros no ano passado, por causa do Novo Banco.

Na última década, as ajudas aos bancos tiveram um impacto negativo nas contas do Estado superior a 19 mil milhões de euros, entre capital injetado e juros pagos e recebidos - mais do que o Governo orçamentou para os ministérios da Saúde e Educação em 2019. Os dados do Instituto Nacional de Estatísticas incorporam a primeira notificação do Procedimento dos Défices Excessivos que o gabinete de estatísticas enviará a Bruxelas.

Em 2014, a resolução do BES obrigou a um esforço total de 5.123 milhões de euros (dos quais 4.938 milhões da injeção de capital); em 2015, ano da queda do Banif, o custo ascendeu a 2.832 milhões de euros; em 2016, o saldo de juros foi negativo em 353 milhões de euros; e em 2017, à boleia da recapitalização da Caixa Geral de Depósitos, o Governo gastou um total de 4.547 milhões de euros.

No ano passado, a fatura ainda foi elevada, em grande medida por causa do Novo Banco, atingindo os 1562 milhões de euros.

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de