Valor de referência do Rendimento Social de Inserção aumenta cerca de 20 euros

O Governo espera que as pessoas beneficiem do aumento do valor de referência a partir de março.

O valor de referência do Rendimento Social de Inserção (RSI) vai aumentar 10,3%, em março, passando de 189,66 euros para 209,11 euros (cerca de 20 euros).

Há três anos que este valor não era atualizado, devido aos "apoios extraordinários que, no fundo, complementaram o RSI" e ao foco nas medidas de emergência durante a pandemia, admite Ana Mendes Godinho, ministra doTrabalho, Solidariedade e Segurança Social, citada pelo Público.

De acordo com a ministra, o aumento das prestações a pagar aos atuais 198 mil beneficiários terá um custo de 30 milhões de euros.

Para o presidente da Rede Europeia Anti-Pobreza, este apoio "não chega". O padre Jardim Moreira acredita que dar dinheiro como medida única "mais alimenta do que desconstrói a pobreza em Portugal", admite Jardim Moreira, em declarações à TSF.

Jardim Moreira defende ainda que o combate à pobreza tem de passar por uma resposta estruturada e conjunta. "O dinheiro não ama ninguém. É preciso encontrar formas complementares que possibilitem o desenvolvimento da pessoa", defende.

O RSI é uma prestação diferencial, dependente do nível de rendimentos dos beneficários e das suas famílias.

No caso de um singular, os seus rendimentos não podem ser iguais ou superiores a 209,11 euros por mês. Nas famílias, o limite máximo é o resultado da soma de cada um dos membros do agregado - o titular vale 209,11 euros, cada adulto vale 70% do valor de referência e cada criança vale 50% do valor de referência.

A medida, que deverá ser publicada entre esta sexta-feira e o início da próxima semana, permite cumprir um dos compromissos assumidos na estratégia nacional contra a pobreza.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de