Catarina Martins destaca "resultado extraordinário" do Bloco de Esquerda

Marisa Matias vai regressar a Bruxelas e leva consigo pelo menos mais um eurodeputado bloquista.

Catarina Martins destacou o "resultado extraordinário" do Bloco de Esquerda (BE) nestas eleições Europeias, que representa também uma "derrota da direita".

"Preferia que o Bloco de Esquerda tivesse ganhado as eleições? Seguramente que sim", assumiu a líder bloquista no 'quartel-general' do BE para a noite eleitoral das europeias, no Teatro Thalia. Mas este "foi um e um "sinal claro" dos eleitores.

"O BE cresceu em percentagem, cresceu em votos e cresceu em todo o território, de norte a sul do país" e é hoje a terceira força política do país, reforça. "Com mais força, mais capacidade e por isso mesmo com mais responsabilidade."

"Temos um imenso orgulho na forma como o Bloco de Esquerda faz a campanha", afirma Catarina Martins.

Estas eleições "reconfiguram o mapa político" português, considera. "A disputa política está nos projetos que a esquerda tenha capacidade para apresentar".

Promete a líder bloquista que Marisa Matias e José Gusmão serão incansáveis, revelando que o Bloco de Esquerda poderá eleger apenas dois eurodeputados, ao contrário do que indicavam as primeiras projeções, que davam até três lugares em Bruxelas para o BE.

"Quero garantir a cada uma das pessoas que confiou no BE (...) que cada voto no BE vai ser usado para melhorar a vida de quem aqui vive e trabalha."

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de