Impostos e contribuições. Um guia da flexibilização de pagamentos na era Covid-19

Quem pode beneficiar, quais as obrigações que estão abrangidas, ou ainda, o planeamento das prorrogações dos prazos para cumprimento das obrigações fiscais. Consultora moneris lança guia para ajudar a esclarecer empresários e trabalhadores independentes.

IRC, Segurança Social, IRS e IVA. Com prazos para cumprir para pagamento de contribuições sociais e impostos ao Estado, na sequência da pandemia provocada pelo novo coronavírus, o governo lançou medidas de flexibilização que permitem retirar a pressão no cumprimento de obrigações fiscais.

São vários os modelos e as janelas temporais que agora as empresas e trabalhadores independentes têm à disposição e, para facilitar a compreensão, a consultora moneris lançou um guia que pretende sintetizar as medidas que podem ser implementadas neste segundo trimestre do ano.

Recorrendo a gráficos e a um design simplificado, a consultora pretende tornar o mais claro possível a informação relativa aos novos prazos de pagamento ou entrega de declarações neste documento.

Além dos prazos, as explicações. Por exemplo, no caso das contribuições para a segurança social, fica sintetizado qual o benefício e quem pode vir a tirar partido dele. No caso das retenções na fonte de IRS ou no IVA, além da explicação sobre as medidas, também pode perceber como aceder e quais os pagamentos faseados.

O guia está disponível na página da consultora que diariamente emite também o " Daily COVID-19 ", um boletim criado para combater a desinformação e esclarecer empresas e trabalhadores independentes sobre medidas e iniciativas de apoio durante a pandemia do novo coronavírus.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de