Beleza de outro mundo. Saturno fotografado pelo Hubble nem parece real

A nitidez da fotografia quase torna possível contar cada um dos anéis em torno do planeta. Saturno foi fotografado na sua posição mais próxima da Terra, a 1,36 mil milhões de quilómetros do planeta azul.

O telescópio espacial Hubble registou em fotografia os anéis de Saturno e a sua superfície. A imagem, que capta até ao pormenor as características mais marcantes do segundo maior planeta do Sistema Solar, está a impressionar pela sua beleza.

A nitidez da fotografia quase torna possível contar cada um dos anéis em torno do planeta. Saturno foi fotografado na sua posição mais próxima da Terra, a 1,36 mil milhões de quilómetros do planeta azul. O disparo foi obtido a 20 de junho de 2019 pela Wide Field Camera 3 do Hubble, no âmbito de um programa (Outer Planet Atmospheres Legacy) com o objetivo de recolher e armazenar retratos de todos os gigantes gasosos do Sistema Solar.

O intuito é compreender a atmosfera destes astros e como esta evoluiu ao longo do tempo.

Esta é a segunda imagem de Saturno este ano como parte do programa OPAL da NASA.

Apesar do seu aspeto plácido, o segundo maior planeta do Sistema Solar é conhecido por ser muito ativo e com muitas tempestades.

Devido ao Hubble, sabe-se agora que a tempestade em forma hexagonal que foi registada na região polar norte pela sonda Cassini em 1981 ainda se encontra naquela superfície. Há ainda conhecimento de pequenas tempestades que aparecem e desfazem a um ritmo alucinante.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de