Este smartwatch pode salvar a vida de quem tiver Covid-19

Começam a aparecer os primeiros smartwatches capazes de avaliar a saturação periférica (ou arterial) de oxigénio no sangue.

A sigla em causa é SpO2 e este é um parâmetro que pode ser determinante no que à Covid-19 diz respeito.

Esta doença é perigosa porque pode afetar bastante a função dos pulmões. Dificuldades respiratórias que eventualmente podem resultar numa redução do nível de oxigénio no sangue.

Ora, como é precisamente este o dado avaliado pelos relógios que monitorizam o SpO2, estes dispositivos podem fazer toda a diferença para quem já foi diagnosticado ou suspeita que foi infetado por este coronavírus.

Claro que os sintomas mais relevantes são coisas como a "tosse, dificuldade em respirar e desconforto no peito", mas ter acesso a este valor, o SpO2, pode ser um argumento suficiente para quem está do outro lado do telefone na linha Saúde 24, por exemplo, decidir que é melhor passar à hospitalização.

No fundo, as percentagens estimadas da saturação periférica (ou arterial) de oxigénio no sangue podem ser um sinal, ainda cedo, de que a qualidade respiratória de uma pessoa está a decair e talvez seja melhor avançar com um tratamento mais musculado.

São vários os smartwatches que conseguem fazer esta leitura. O mais recente a incluir esta hipótese é o Huawei Watch GT 2e , lançado na semana passada em Portugal, no vídeo acima encontra outras sugestões.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de