Foi noite de superlua. E haverá mais duas em breve

Para além da registada na última noite, só haverá mais duas este ano.

A primeira superlua do ano iluminou o céu noturno esta segunda-feira, aparentado ser maior e mais brilhante do que o habitual.

A superlua assume também um tom avermelhado nas imagens captadas por fotógrafos de todo o mundo. Isto acontece divido ao facto de a luz solar ser filtrada pela atmosfera da terra, de modo a que sejam absorvidas as tonalidades azuis, prevalecendo as vermelhas. Quanto mais próxima estiver a lua da terra, maior é a refração dos raios vermelhos.

Segundo o Observatório Astronómico de Lisboa (OAL), haverá apenas mais duas superluas este ano: uma no dia 8 de abril, outra no dia 7 de maio.

Este fenómeno ocorre quando a o satélite natural da Terra está em fase de lua cheia e a uma distância da Terra inferior a 110% do perigeu da sua órbita.

A superlua do próximo mês será "mais exuberante", diz o OBL, por atingir a distância mínima da Terra poucas horas depois de ocorrer o instante da fase de lua cheia.

Consulte aqui a lista de todas as superluas até 2050

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de