Telescópio espacial James Webb atingiu configuração final

Espelho principal do telescópio, com um diâmetro de 6,5 metros, é demasiado grande para caber inteiro no foguetão que lançou o James Webb, por isso teve de ir dobrado em duas partes.

O telescópio espacial James Webb atingiu este sábado a sua configuração final e está pronto para começar a funcionar, o que deverá acontecer dentro de cerca de cinco meses, anunciou a agência espacial norte-americana.

O espelho principal do telescópio, com um diâmetro de 6,5 metros, é demasiado grande para caber inteiro no foguetão que lançou o James Webb, por isso teve que ir dobrado em duas partes, a segunda das quais foi aberta este sábado de manhã, disse a NASA.

As equipas da agência espacial continuam a fixar o espelho em mais uma fase da instalação do telescópio, cujo escudo térmico também foi instalado no princípio da semana.

Antes de estar operacional, o telescópio terá que atingir a sua posição orbital definitiva, a 1,5 milhões de quilómetros da Terra, e todos os seus instrumentos científicos terão que arrefecer antes de serem calibrados.

O mais poderoso telescópio espacial de sempre deverá observar as primeiras galáxias, formadas 'apenas' 200 milhões de anos após o princípio do Universo.

O James Webb é pilotado a partir da cidade norte-americana de Baltimore, na costa leste dos Estados Unidos, a partir de onde a NASA difundiu em direto hoje imagens da sala de controlo, onde os engenheiros da agência aplaudiram entusiasticamente o anúncio de que o telescópio está instalado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de