nave Soyuz

Sãos e salvos. As primeiras imagens dos astronautas resgatados depois do incidente

Os dois astronautas, que tiveram um regresso forçado à Terra, encontram-se bem de saúde. A NASA já anunciou uma "investigação completa" ao incidente.

A Agência Espacial Federal Russa divulgou as primeiras imagens dos dois astronautas resgatados, após uma avaria na nave Soyuz, esta quinta-feira, que os obrigou a aterrar de emergência na Terra.

O norte-americano Nick Hague, da NASA, e o russo Alexey Ovchinin, da Roscosmos, seguiam em direção à Estação Espacial Internacional, onde iriam permanecer durante seis meses, detetaram problemas no propulsor da nave e tiveram de regressar em "modo balístico".

Os tripulantes foram resgatados no local onde a Soyuz acabou por aterrar, na cidade de Zhezkazgan, no Cazaquistão, tendo depois sido levados para o Centro de Treino de Cosmonautas Yuri Gagarin, na Cidade das Estrelas, perto de Moscovo.

A Agência Espacial russa já revelou que os dois homens encontram-se bem de saúde.

Entretanto, a NASA divulgou um comunicado onde confirma que os dois astronautas resgatados estão bem, e onde se mostra "grato por toda a gente estar em segurança".

O administrador da NASA, Jim Bridenstine, adiantou ainda que vai iniciar uma "investigação completa sobre as causas do incidente".

O vice-primeiro-ministro russo Yuri Borisov já veio declarar publicamente a esperança de que "os Estados Unidos sejam compreensivos" em relação ao incidente com a nave Soyuz. Entretanto, todos os lançamentos de naves russas tripuladas foram suspensos.

  COMENTÁRIOS