Armie Hammer, ator de "Call Me By Your Name", investigado por violação

Armie Hammer está a ser acusado de ter violado uma mulher em 2017. O advogado do ator caracterizou as alegações como "ultrajantes".

O ator norte-americano Armie Hammer foi acusado de violar uma mulher em Los Angeles, num caso que remonta a 2017. As acusações foram feitas por Effie, o nome da alegada vítima, que tem 24 anos. Armie Hammer, de 34, negou as denúncias.

De acordo com a BBC, o advogado do ator caracterizou as acusações como "ultrajantes" e referiu que Hammer "agradece ter a oportunidade de esclarecer tudo".

A polícia de Los Angeles revelou à BBC que o protagonista do filme "Call Me By Your Name" era suspeito num caso de violação, cuja investigação foi aberta a 3 de fevereiro.

A alegada vítima leu uma declaração previamente redigida, lado a lado com Gloria Allred, uma advogada conhecida pela defesa dos direitos das mulheres. Effie revelou ter conhecido Armie Hammer através da rede social Facebook em 2016, quando tinha 20 anos. Também contou que, ao longo do relacionamento, Armie Hammer utilizou "táticas manipuladoras para exercer controlo".

A mulher de 24 anos diz ter sofrido uma violência crescente por parte do parceiro, que terá desenvolvido violência "mental, emocional e sexual" sobre ela.

A violação terá acontecido a 24 de abril de 2017 e terá deixado Effie com ferimentos no rosto. A mulher contou que sentiu a vida em risco e demonstrou "culpa" por não ter revelado antes.

Numa declaração enviada à BBC, Andrew Brettler, advogado do ator, rejeitou todas as acusações e garantiu que tudo o que aconteceu entre Armie Hammer e Effie foi "completamente consensual e discutido previamente". O advogado também enviou à BBC capturas de ecrã de mensagens enviadas pela mulher ao ator, com sugestões de comportamento sexual extremo, e argumentou que Armie Hammer terá recusado participar.

Andrew Brettler também manifestou que "esta tentativa de obter atenção só vem tornar mais difícil conseguir justiça para as verdadeiras vítimas de violência sexual".

Esta não é a primeira vez que o ator é acusado de abuso sexual, tendo-se afastado de um recente filme, com Jennifer Lopez, depois de outras denúncias terem surgido a circular na internet.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de